The complete lyrics - all in good time

26 O Segundo Movimento

(Gillan, Lord)

Do álbum Concerto for Group and Orchestra, do Deep Purple e da Royal Philharmonic Orchestra
                                            regida por Malcolm Arnold (1969)

e

Do álbum Concerto for Group and Orchestra, do Deep Purple e da London Symphony Orchestra
                                              regida por Paul Mann (1999)

 
 

Não havia um grande entusiasmo, nem muita compreensão, em relação à obra-prima de Jon Lord em 1969. Nós (DP) estávamos mais interessados era em lançar logo o Deep Purple in Rock ...... nossas cabeças estavam em outras esferas até o último minuto.

A letra abaixo, ou a maior parte dela, foi escrita num guardanapo em um restaurante italiano perto do Royal Albert Hall pouco antes do último ensaio. Foi o paciente estímulo de Jon que fez fluírem de mim essas linhas introvertidas e vagamente inconvenientes.

Fico grato de termos tido a chance de nos redimirmos trinta anos depois, quando abordamos a apresentação de aniversário com muito mais entusiasmo e compreensão, tanto do grupo quanto da orquestra.

Obrigado, Jon.

Segundo Movimento, seção em 5/4

(Gillan, Lord)

How can I see when the light has gone out
How can I hear when you speak so silently
More than enough is never too much
Hold out a hand I'm so out of touch

Do unto me as your heart would have you do
Words in my head can I get the message through
Sword in my hand can cut through the wood
Peace in my heart can soften the mood

Segundo Movimento, seção em 6/8

(Gillan, Lord)

What shall I do when they stand smiling at me
Look at the floor and be oh so cool

How shall I know when to start singing my song
What shall I do if they all go wrong

What shall I do when they stand laughing at me
Walk through the door and be oh so cool

How shall I know when to stop singing my song
What shall I do when it all goes wrong

Voltar para:
back to the Wordography index