The complete lyrics - all in good time

64 Trashed

(Butler, Gillan, Iommi, Ward)
Do disco Born Again do Black Sabbath & também do Gillan's Inn

Eu estava bêbado, acabado, feliz demais. Voltando do bar local em meu pequeno bote inflável pelo caminho do canal e me sentindo aventureiro, eu decidi dar algumas voltas em meu Ford - bem, para ser honesto, eu realmente pensei que fosse meu carro. Nosso empreendedor Gerente de Turnê, Paul Clarke, tinha comprado alguns em leilão pra usar-mos durante a sessão. Era muito mais barato do que alugar e o plano era vendê-los de novo quando nós tivéssemos terminado.

Agora, onde eu estava? Ah sim, na pequena pista de corrida que Richard Branson havia generosamente instalado no "The Manor" (um estúdio residencial que ele possui perto de Oxford na Inglaterra). A companhia formada - as 'Damas do Convento', Peter Resty (técnico de guitarra de Tony Iommi) e Ian 'Greenfly' o jardineiro budista - estavam assistindo como expectadores, cronometradores e motoristas; assim que eu terminei minha vez, eles estavam cada um indo tentar superar meu tempo.

Eu tive um pequeno acidente, no entanto; tendo virado uma pilha de pneus em uma volta anterior, eu atropelei um deles na próxima volta e fui instantaneamente tombado, derrapando e girando de cabeça pra baixo em alta velocidade e por uma grande distância ao longo da estrada, até eu eventualmente parar, poucas polegadas da piscina.

Tivesse eu ido mais longe, eu certamente teria me afogado, porque levei uma era para me soltar do cinto de segurança onde eu estava pendurado. Sendo sempre consciente de segurança no entanto, eu fui sortudo o suficiente para estar usando um capacete. Isto eu trouxe junto com minha motocicleta (Ossa 250) uma vez que eu estava construindo uma rampa perto da minha barraca no chão com a idéia de pular o lago na manhã seguinte. Isso nunca aconteceu uma vez que eu estava me sentindo um pouco machucado, mas eu entrei no estúdio e escrevi esta música em cima de uma faixa escrita no dia anterior por Tony, Geezer e Bill.

De qualquer forma, ficou claro que eu estava enganado em minha idéia de que o carro era meu, ele não era. Aparentemente ele pertencia a Bill Ward, o que explica (de certa forma) o desaparecimento de meu bote no dia seguinte. Eu achei que ele tinha sido roubado e reportei o 'roubo' para a polícia, que me disse que eles não tinham o menor interesse em rastreá-lo mas poderia eu, '...por favor assinar um autógrafo ou dois?' Eu acho que eles suspeitaram que eu poderia ter estado envolvido em um ou dois outros 'incidentes' que tinham perturbado a paz recente.

Foi só muitas Luas depois que eu descobri que - como uma forma peversa de punição - meu bote tinha sido mais demolido do que eu, por - bem, eu não vou dizer quem, mas estava pouco acima dos maiores camaradas. Ignore, perdoe e esqueça, eu digo. Contudo, havia absolutamente nenhuma desculpa para o gesto ridículo de Geezer no dia seguinte quando ele havia sido fotografado para um jornal, posando na frente dos escombros do carro de Bill - desculpe novamente Bill - fingindo ser o criminoso. Eu me enchi deste tipo de comportamento infantil quando eu tinha 35 anos.

Trashed

(Butler, Gillan, Iommi, Ward)

It really was a meeting
The bottle took a beating
The ladies of the manor
Watched me climb into my car and
I was going down the track about a hundred and five
They had the stop-watch rolling
I had the headlights blazing I was really alive
And yet my mind was blowing
I drank a bottle of tequila and I felt real good
I had the tape deck roaring
But on the twenty fifth lap at the canal turn
I went off exploring
I knew I wouldn't make it
The car just wouldn't take it
I was turning, tyres burning
The ground was in my sky
I was laughing, the bitch was trashed
And death was in my eye

I had started pretty good and I was feeling my way
I had the wheels in motion
There was Peter and the Greenfly laughing like drains
Inebriotion
The crowd was roaring I was at Brands Hatch
In my imagination
But at the canal turn I hit an oily patch
Inebriation

Ooh Mr. Miracle you saved me from some pain
I thank you Mr. Miracle I won't get trashed again
Ooh can you hear my lies
Don't you bother with this fool
Just laugh into my eyes

So we went back to the bar and hit the bottle again
But there was no tequila
Then we started on the whisky just to steady our brains
'Cos there was no Tequila
And as we drank a little faster at the top of our hill
We began to roll
And as we got trashed we were laughing still
Bless my soul

Voltar para:
back to the Wordography index